A Importância da Lei e da Justiça

Por: Ricardo Chioro

Fui em um shopping uma vez, e vi uma exposição de fotos da época do final da escravidão no Brasil.

Uma coisa que me marcou nessa exposição, foi que a expressão dos escravos era horrível em todas as fotos.

Imaginem uma pessoa que está passando por um sofrimento horrível em sua vida, essa era a expressão de todos os negros, em todas as fotos. Baseado neste fato, penso que o horror em suas vidas era algo constante.

Em épocas antigas, onde o mundo não era globalizado, guerreiros invadiam as aldeias, cidades, matavam os habitantes que ofereciam perigo, se divertiam torturando e estuprando, e levavam muitas pessoas como escravas.

Escravidão é a pior coisa que pode acontecer a uma pessoa, pois ela deixa de ser dona das suas ações, além dos maus tratos.

Os donos dos escravos, visam ter o maior lucro, com o menor custo, então era normal os escravos passarem fome, e a fome traz mal estar psicológico, fraqueza e pressão baixa.

Além de buscarem incentivarem o trabalho com punições duras, para quem não os fizer.

Hoje em dia, com o avanço da lei e da justiça humana, isso não acontece mais, e sem a policia isso não seria possível.

Os avanços tecnológicos, e iniciativos, da época de Atlântida, acabaram porque começaram a usá-los extremamente para o mau. Para nossa proteção, eles foram acabados.

Os desenvolvimentos tecnológicos de nosso mundo atual, que os espíritas tanto dizem que somos merecedores, só é possível devido aos avanços da justiça, da lei e da ética, pois sem eles poderiam ser muito usados para o mau, e os perderíamos, como aconteceu em Atlântida.

Muitos de nossos irmãos acreditam que não deva ter lei e nem justiça terrena, acreditam que a lei e justiça devem ser só divinas, crêem que essas áreas humanas são contra a paz e o amor, mas não, elas promovem paz e evitam o sofrimento, também garantem nossos direitos.

A lei, a policia, tem o uso da força, e a prisão, levando pessoas ao sofrimento, muitos acreditam que por causa disso a lei é contra o amor, mas a lei a e justiça, para levar a sociedade a proteção, tem o direcionamento, que é melhor que sofra o culpado do que o inocente, e isso é algo espiritual que veio para a terra.

É importante perdoarmos quem tenha feito o mal, mas é importante também que exista a lei e a justiça terrenas.

Abraham Lincoln foi um iluminado, mestre Ascenso, presidente dos Estados Unidos que acabou com a escravidão por lá.

Muitos eram contra acabar com a escravidão, e fizeram uma guerra para isso.

Abraham pesou as coisas, viu que era melhor algumas pessoas passarem pelo horror da guerra, por um período, do que outras passarem pelo horror da escravidão pela vida toda, ou ainda, a escravidão durar muitos séculos mais do que aquele período, e esse sofrimento era muito maior do que a guerra.

Muitos soldados arriscaram e deram a vida, pela liberdade e paz de outros.

As histórias dos filmes de 300 são reais, e o rei Leônidas, os soldados gregos, estavam lutando contra a escravidão de seu povo, e deram a vida para isso.

Filmes sugeridos para este texto são: os dois de 300 e Abraham Lincoln.

Existe uma qualidade divina que rege sobre as ações e reações, essa qualidade pode ser chamada de karma, de lei divina, e diversas divindades representaram ela em diversas mitologias, e civilizações e religiões diferentes, na grega chamaram ela de Ares, na indu de Ganesha.

Ares, o Deus da guerra, não era um Deus maligno, veja a guerra de 300 ou de Lincoln, eram guerras trazidas para evitar o sofrimento.

Escolheram o nome guerra, para definir esse Deus, pois ele rege sobre a área militar, mas rege muitas outras áreas também, poderia ser definido por muitos nomes, mas escolheram esse, e foi um Deus temido, por temeram a guerra.

Poderiam escolher como nome o Deus da proteção, o Deus da lei, o Deus do salvamento, entre outros.

O que acontece é que quando pessoas ameaçam outras, necessita do uso da força para proteção dessas pessoas, e existe uma qualidade divina que rege isso.

Outras qualidades são: Justiça, Amor, Geração, Conhecimento, Evolução e Fé.

Existem iluminados no plano espiritual que fazem o trabalho, como o de policiais, e esses são os guardiões.

Texto complementar: Lei Divina