Religião e Ego

Por: Ricardo Chioro

No espiritismo e no misticismo se valoriza muito o estudo sobre o espiritual, pois trás evolução, também a espiritualidade e a própria crença.

Existem pessoas no espiritismo e no misticismo que buscam desvalorizar o conhecimento, a crença, a espiritualidade do outro para mostrar que tem mais essas qualidades que esse outro, isso é um comportamento do ego.

Não quer dizer que quem faça isso é uma pessoa ruim, mas esse comportamento ocorre muitas vezes por falta de auto-valorização, muitas vezes quando temos falta de auto-estima ou auto-valorização tendemos a compensá-lo com o ego, outras vezes também se tenta aliviar os próprios problemas com isso.

Muitas vezes quem sofre com esse tipo de situação (desvalorização, desmerecimento, depreciação etc.) sofre um abalo na própria auto-estima, se esse abalo ocorrer de forma contínua e em muita quantidade ocasionará danos em sua auto-estima.

Quem age dessa forma geralmente não percebe que está fazendo algo errado, por isso podem ser inocentes, mas nem em todos os casos, porque existem aqueles que têm a consciência de que está fazendo algo errado e nem por isso cessam suas atitudes.

O importante é querer acertar, fazer o certo, fazer o bem, muitas vezes quem faz isso age assim porque foi vítima da vida, mas é importante que se corrija. Quando praticamos nossas crenças com ego, não evoluímos espiritualmente, então devemos abrir mão do ego em nossas crenças, só temos a ganhar.

Nós sabemos que o que estamos escrevendo pode desagradar algumas pessoas, pedimos desculpas, mas o que estamos colocando aqui é para ajudar para trazer espiritualidade e também ajudar no caminho para a felicidade, pois ajuda muito.

As pessoas as vezes  gastam muita energia em tentar mostrar conhecimento ou espiritualidade, a vida seria mais leve sem isso.

Confundiu-se possuir conhecimento espiritual com ter espiritualidade, mas isso é um engano, pois quando encarnamos nos esquecemos de todo o conhecimento das vidas anteriores, tendo boa espiritualidade ou não.

O conhecimento espiritual vem dos meios de comunicação, paranormalidade e mediunidade, isso pessoas boas ou más podem ter, não é um privilégio das pessoas espiritualizadas.

Às vezes se acha que somente os muito evoluídos possuem dons paranormais, mas estão enganadas.

Podemos nos enganar também achando que pessoas boas buscam mais o conhecimento espiritual, mas na verdade não é bem assim que acontece, todos nós bons ou maus nascemos influenciados por forças divinas, e quem é influenciado pela força do conhecimento busca mais o aprendizado das ciências, ou até mesmo da religião, e quem nasce sob a influência da fé gosta mais das coisas da religião, independente do nível espiritual.

O conhecimento é importante quando temos prazer no aprendizado ou para realizar um trabalho, ou até mesmo para ajudar alguém, nunca deve ser um status.

A aprendizagem espiritual trás evolução, é bom estudarmos, mas se aprendermos só para ser possuidor do conhecimento não, pois um dia vamos esquecê-lo, o importante é buscar aprender o espiritual sem sentir-se melhor que os outros por conta deste conhecimento, tem que haver uma pureza.

Existem pessoas que nascem sob a influência de outras forças espirituais, então não sentem tanto prazer em aprender sobre o plano espiritual, não quer dize que não sejam pessoas espiritualizadas, podem ser muito e vão ajudar os seres humanos em outras áreas que não é a religião.