O que Leva as Pessoas ao Radicalismo Religioso ou Ideológico

Por: Ricardo Chioro

É impressionante, mas as pessoas que que acreditam em reencarnação ou renascimento atualmente estão indo muito para diversos tipos de radicalismos, isso cria um desequilíbrio psicológico, um estado mental que não é saudável e que também não é feliz, por isso justamente não conduz a evolução espiritual, diferente do que a pessoa radical pensa.

O fanatismo, a intolerância e inaceitação com o pensamento diferente ou divergente são sintomas do radicalismo.

Mas porque isso ocorre?

Uma postura radical nos diversos radicalismos que ocorrem hoje em dia com o espiritualista porque:

1-Pela crença que está fazendo o certo, o melhor e também as vezes o mais importante ou que é o que o mundo precisa.

2-A crença que o ideal trará uma grande evolução, talvez o nirvana de tão bom que é, mas não traz porque conduz ao desequilíbrio e ao estado não saudável da mente.

Algumas pessoas percebem que não estão sendo saudáveis, mas como buscam muito a evolução ou o bem sacrificam seu próprio bem estar pelo ideal ou religião.

Deus sendo infinitamente bom não criou um caminho de que o ser humano não seria saudável para atingir a iluminação ou o autoconhecimento. Conseguir a evolução e nirvana também é fruto de um estado sadio da mente e emocional.

Você pode atingir o nirvana, mas só no equilíbrio, no estado sadio da mente.

3-Pela crença na superioridade do ideal ou religião ou espiritualidade perante os outros, por exemplo: meu ideal, minha crença, meu modo de vida, minha evolução, meu conhecimento, meu status religioso é melhor que os outros.

Isso é uma grande estimulação do ego, pois ele (o ego) sempre busca e a superioridade, isso é orgulho e vaidade.

O ego dá uma satisfação na pessoa, por isso ele também é motivo de estimulo pelo ideal ou fé.

Não devemos buscar ser inferiores aos outros, pois também é ego, mas sim nos valorizarmos sem fazermos comparação, isso também inclui valorizar nossa bondade, espiritualidade, sem querer ser melhor ou pior que os outros.

Como falamos no tópico anterior de pessoas que sacrificam sua saúde mental conscientemente pela evolução, também tem os sacrificam pelo ego, ou até pelas duas coisas.

Isso muitas vezes cria uma competividade querendo mostrar que uns são melhores que os outros.

4-A falta de percepção do ego.

Se as pessoas percebessem que o ego motivam essas atitudes não as praticariam.

O fato de achar que está fazendo o melhor, o mais importante, ter a satisfação do ego, sem perceber sua existência, entre outras coisas são os motivos que levam ao radicalismo.

Todos esses motivos prejudica muito, chega até a paralisar a evoluções dos praticantes. E você, já pensou em se desprender? parar de alimentar as atitudes que o levam a uma mentalidade menos saudável?

Abandone o radicalismo e evolua muito, não alimente o ego, ache uma simplicidade no seu ideal, na sua religião.

Da mesma forma que você passou por coisas que o levaram a ter seu ideal, sua crença, da mesma forma o outro teve vivencias que os levaram a ter o deles, por isso respeite, não veja o seu como superior.

A realidade de Deus é ausência de ego, saúde e bem estar, uma vez que ele é infinitamente bom e criou a natureza humana, se uma forma de pensar apresenta características que vão contra essas formas boas do ser viver estão em alguma ou algumas partes na ilusão, em alguns poucos casos totalmente ou quase na totalidade.