A Importância da Auto-estima

Por: Ricardo Chioro - Riath

(Inspirado e intuído pelos Mestres Ascensos)

Elisabeth Cavalcante ensina que para termos equilíbrio é necessário ter auto-estima, sem ela ficamos sem a confiança em nós mesmos que é capaz de realizar grandes proezas.

Quando temos autoconfiança aumentam a chance de conseguirmos realizar o que queremos. Afinal de contas isso, essa confiança também faz parte da lei de atração.

Os outros nos vêem muitas vezes como nós nos mostramos, a falta de confiança pode fazer com que não acreditem em nós, o que pode ser importante pois podemos ter coisas boas para oferecer, inclusive ensinamentos que traga benefícios aos outros. 

Se aceitar com simplicidade, aceitando os seus erros e defeitos, assim como as qualidades, sem nos acharmos melhor do que ninguém pelas nossas virtudes, ou inferior por nossos defeitos.

O autoconhecimento traz a compreensão de quem somos, ele também acrescenta muito porque traz a compreensão de si mesmo, isso quer dizer que vamos ser compreensivos com nossos defeitos e erros, pois eles tem causas, enxergando o que causou vamos trazer a compreensão do porque dos nossos erros, isso acabará com o sentimento de inferioridade.

Todo mundo tem seus defeitos, até Buda, Saint Germain, Gandhi, Chico Xavier e muitos outros iluminados.

Na bíblia está escrito que só Deus é perfeito.

Vamos evoluir por toda eternidade, cada vez nos tornamos mais parecidos com Deus, sem nunca ser como ele porque ele é infinito.

Aceitar a imperfeição e os erros já são passos para a auto-estima.   

O Senhor da Luz Prateada nos ensina que humildade é você falar da mesma forma dos seus defeitos como das qualidades. Isso sem se achar melhor ou pior do que ninguém, mas cada ser é único. Ninguém é exatamente igual a ninguém.

É muito importante buscarmos a auto-aceitação, ela ajuda em diversos setores da vida.

O budismo ensina que não devemos buscar comparação com ninguém, querer qualquer comparação com os outros é uma forma de orgulho, ensina o Budismo. Tanto querer ser mais que os outros, ou menos, ou igual ainda são preocupações de uma classificação com as pessoas. Buscar uma qualificação é o ego, não se importar com uma qualificação é realmente sinal que não se importa com esse tipo de qualificações.

Auto-estima é ser positivo consigo mesmo, se valorizar sem comparações não é vaidade e nem orgulho, é auto-estima.

Um desafio é que as pessoas geralmente não tem conhecimento de suas qualidades ou defeitos, então pessoas que não se vêem com orgulho e vaidade não sabem que são assim, então é importante buscar tentar olhar essas características em vocês, a resposta para saber se somos ou não portadores de orgulho e vaidade está dentro de nós.

Aproveitando para falar o que ilustra nosso ensinamento é que enxergando a vaidade e o orgulho em um paço muito importante e grandioso, é autoconhecimento, sem ele não progredimos, isso é enxergar pontos negativos em si mesmo, mas é muito comum, a grande maioria das pessoas tem orgulho sem saber que são assim, então é uma coisa normal, quase todo mundo tem, essa é uma forma de compreensão, mas não esse tipo de compreensão que citamos mais acima, as duas fazem parte do processo de tomada de consciência.

O tipo de compreensão é enxergar o motivo do orgulho ou vaidade, isso é algo muito profundo e extermina de vez com essas duas imperfeições.

O autoconhecimento é para a vida toda, não por um determinado tempo na vida, se você acaso sair de alguma pratica é importante buscar outra.

Muitas pessoas acreditam que auto-estima é coisa do ego, porem não é, é uma característica da luz, pessoas frias é que não gostam de despertar a consciência.

Auto-estima tem a ver com o amor que é uma coisa da luz.

Nunca é ego o amor.

Textos para se Iluminar - Budismo - Buda - Dharma Cristão - Misticismo - Mandalas - Meditação - Todas Religiões são Verdadeiras - Ciência, Religião, Provas e Evidencias - Dharma na Umbanda - Sutras

  Novidades no Site                      Livro de Visitas