Experiências Místicas de Unificação

Por: Ryath

(Inspirado e intuído pelos Mestres Ascensos)

As experiências que vivenciamos a identidade de alguém que não seja o eu, a consciência transcende a percepção e de si e se vê em outras identidades como a regressão a vidas passadas, ou de outras pessoas, incluindo a Deus são chamadas de experiências místicas.

O Misticismo Cristão se centra na idéia de unificação de si mesmo com Deus, são experiências em que santos ou Católicos buscam a união com o Divino, que é algo completamente prazeroso e feliz, por isso exatamente existe a busca por isso.

Dizem que toda religião tem vertentes místicas, inclusive o Budismo ou o Protestantismo.

É estranho porque o Budismo não fala de Deus, mas o Zen busca uma unificação do praticante com todo o universo.

O Zen é a vertente mística do Budismo, já o Budismo Tibetano é a vertente Esotérica, por isso estes dois seguimentos são atrativos para quem acredita em karma e reencarnação.

No misticismo existe uma vontade de ser mais do que a si mesmo, é se integrar ao todo.

Apesar de haver a integração, ela não é em hipótese nenhuma a perda de individualidade ou do ego, eles continuam existindo.

No caso do ego os iluminados não dão muita bola para ele, mas ele continua existindo.

Na experiência mística os indivíduos buscam o êxtase, um bem-estar muito grande causado pela unificação.

Deus está dentro do ser humano, por isso justamente podemos acessá-lo e se integrar a tudo o que existe por uma certa afinidade.

Deus é o que anda em nós, o que trabalha, é o que ama, o que tem fé, enfim são todas as atitudes que fazemos com o coração, independente da religião.

As religiões tem caminhos que nos levam ao divino, mas elas em si não são agente e nem Deus, mesmo que amarmos a nossa crença, e isso é uma coisa muito boa, muito mesmo, mas Deus é muito mais profundo do que os ensinamentos de uma escola espiritual, ele é o resultado e a luz que conseguimos no caminho, mas não é o caminho.

Deus é perfeito, e o caminho tem suas imperfeições, ensinamentos errados, preconceituosos, discriminativos, sectarismos, radicalidades, o que é normal, mas trazem o resultado, o que é algo muito bom, aumenta a nossa luz e conseqüentemente nossa felicidade.

A religião nos leva ao divino, mas a crença não é Deus, são os resultados do que aprendemos na crença, mas também fora dela, é tudo o que fazemos com o coração.

Textos para se Iluminar - Budismo - Buda - Dharma Cristão - Misticismo - Mandalas - Meditação - Todas Religiões são Verdadeiras - Ciência, Religião, Provas e Evidencias - Dharma na Umbanda - Sutras

  Novidades no Site                      Livro de Visitas