Espiritualismo e Misticismo na Filosofia de Santo Agostinho – A Interioridade

Por: Ricardo Chioro – Riath

(Texto inspirado e intuído pelos Mestres da Luz)

Foi o filósofo Sócrates que na antiguidade disse que o homem é o que ele é por dentro, sua psyché, sua alma.

Psyché é o ser humano em seus aspectos psicológicos, como personalidade, caráter, mente, sentimento e etc.

Platão foi mais adiante e afirmou que a alma é imortal.

A palavra psicologia é psico + logia.

Psico é a psiché, e lógia significa estudo, então é o estudo da alma, ou estudo do que o ser humano é por dentro.

Santo Agostinho foi o responsável por unir a filosofia de Sócrates e Platão com o Cristianismo, se preocupou também muito com o aspecto da interioridade humana, com a alma.

O escritor Antonio Carlos de Oliveira afirma que a interioridade é um tema muito importante para Santo Agostinho, e que ele foi responsável por unir Filosofia e Cristianismo.

Essa fusão ajudou o Cristianismo ser mais aceito em uma outra época em que ele não era tão popular.

Antes de Agostinho o Cristianismo era somente religião, não tinha filosofia, mas o pensador cristão que é tema deste texto mudou isso. Hoje em dia para se tornar Padre, além de fazer faculdade de Teologia tem que fazer de filosofia.

Um padre falou para mim certa vez que os Padres não deveriam estudar filosofia, mas sim psicologia, também acho isso, não pela filosofia ser inútil, pois não é, mas o conhecimento em Psicologia permite o sacerdote poder ajudar mais, saber mais sobre os problemas humanos e as dificuldades que enfrentam.

Existem Padres e Freiras já sendo sacerdotes que vão fazer uma faculdade de Psicologia para ajudar o próximo.

A filosofia de Agostinho é toda centrada na interioridade, mostrando toda importância do tema.

Agostinho, que foi bispo de Hipona afirmava a importância do ser humano volta-se para si mesmo, que a felicidade dependia disso.

Hoje em dia os psicólogos atuam exatamente para isso: fazer o ser voltar para si e resolver problemas e dificuldades e se tornar mais feliz, isso é um trabalho de proporcionar autoconhecimento ao cliente.

Agostinho em sua filosofia não aborda temas exteriores, apenas interiores.

Sócrates, Platão e Santo Agostinho trabalharam para isso: o autoconhecimento.

Na filosofia do bispo que abordamos nesse texto ensina que o homem tem que expecionar sua alma, seu psicológico.

O Misticismo de Agostinho afirmava que no interior do ser humano está Deus, o Absoluto, o Pleno.

Porém apesar de ser um místico Católico rejeitava outras formas de misticismo como a Astrologia e o Paganismo.

Existem religiões pagãs que são bondosas e ensinam o autoconhecimento como a Wicca por exemplo, e a astrologia é muito aceita hoje em dia por quase todo mundo, não é algo negativo, mas uma forma de ter informações que podem ajudar na nossa vida.

Deus reside no interior de cada ser vivo, e é na interioridade que achamos o Criador de tudo o que existe segundo Agostinho.

Deus é a verdade íntima do homem, e não está fora, mas dentro, encontrar com ele só poderia acontecer indo para o interior de nossa própria alma em introspecção, encontrá-lo é encontrar o absoluto, o Pleno em si mesmo.

Deus está dentro de cada ser humano, essa é uma verdade intima.

Ainda assim existem diferenças entre o pensamento de Platão e Agostinho, pois ninguém é perfeito e todos podemos errar, inclusive esses mestres da sabedoria antiga e medieval.

Eles acertam e erram, a perfeição do conhecimento ainda não abraçou a realidade do mundo físico onde os iluminados também são passiveis de erros, de preconceitos, mas mesmo assim erram querendo fazer o bem.

Para a filosofia agostiniana existia harmonia entre a fé e a razão, esses são dois fatores humanos que podem atuar juntos no equilíbrio.

A razão explica a fé.

Quem não tem razão também não poderia ter fé segundo essa filosofia que afirmava que um animal não tem fé porque não é racional.

Os animais são racionais, não como nós, mas raciocinam, só assim podemos educá-los, caso contrario eles não entenderiam a educação.

Textos para se Iluminar - Mandalas Metafísica - Budismo Esotérico - Ciência, Religião, Provas e Evidencias - Todas as Religiões são Verdadeiras - Taoísmo - Yoga - Astrologia - Numerologia - Runas - Tarô - I-Ching - Xamanismo - Cristianismo Místico - Meditação - Orações - Feng Shui