A Ação dos Mantras e sua Pratica no Vajrayana

Por: Ricardo Chioro - Riath

(Inspirado pelos Mestres Ascensos)

Os mantras são comprovados que possuem funcionalidade, pois pesquisas mostram que ajudam a ter concentração, por isso são muito indicados para praticar meditação.

Os mantras também fazem a sermos respectivos a energias muito sutis, aumentando então nossa sensibilidade e percepção vibratória.

As recitações dos mantras tiram a negatividade limpando a mente e a tornando pacifica.

Segundo o Budismo os mantras não dependem da entonação, mas sim da ação mental, das ligações do nosso consciente com o inconsciente que geram intuição.

Os mantras do Budismo Esotérico (Vajrayana) são realizados em sânscrito ou tibetano, porém até onde sei para eles terem funcionamento tem que fazer a iniciação na divindade do mantra.

No Budismo Esotérico se utilizam de uma espécie de rosário para repetir mantras, muito parecido com a prática católica do terço, mas no Vajrayana não são feitas com orações, mas sim mantras.

Om Mani Padme Hum é o mantra mais importante do Budismo Esotérico, é o mantra do Buda da Compaixão, o Avaloktesvara.

É um mantra fácil e que de acordo com o Vajrayana e de bons resultados, não sei se esse mantra necessita de iniciação para ter efeito, mas é muito popular.

Om Mani Padme Hum trabalha a generosidade, ética pura, tolerância, paciência, perseverança, concentração e sabedoria.

Textos para se Iluminar - Mandalas Metafísica - Budismo Esotérico - Ciência, Religião, Provas e Evidencias - Todas as Religiões são Verdadeiras - Taoísmo - Yoga - Espiritualismo na Filosofia - Astrologia - Numerologia - Runas - Tarô - I-Ching - Xamanismo - Cristianismo Místico - Meditação - Orações - Feng Shui

 

Uma Sugestão para Evoluir Espiritualmente, Meditação com Mandalas, Exercicio do perdão e Pratica Espiritual Fácil e Cômoda com Pedras para Autoconhecimento