Uma Pessoa Desperta Também tem Ilusões

Por: Ricardo Chioro – Riath

(Texto inspirado e intuído pelos Mestres da Luz)

A iluminação, o Nirvana também tem o nome de Despertar, para o Budismo significa que quem despertou acordou da ilusão.

O Budismo com sua psicologia sobre o Nirvana também admitem que um iluminado também tem suas ilusões, mas não todos, existem os que acreditam que o nirvana é a onisciência e onipotência, mas a iluminação não é assim.

O Budismo e as religiões tem termos em suas obras que dão a impressão de serem absolutos quando na verdade não são, isso no caso da religião do Buda tem traduções muito ruins, os textos e livros são traduzidos para o Inglês, depois usam a obra já na língua americana para ser traduzidas para ir para outros países como o Brasil por exemplo.

Acho que deve ser muito difícil encontrar tradutores tibetanos, japoneses e chineses pelas editoras.

Quem se iluminou despertou de muitas ilusões, uma que afirma que o Budismo é: a separação entre nós e as outras pessoas, no Despertar percebemos que nós e tudo o que existe, tudo o que tem vida faz parte de nós, e nós deles, não existe um eu separado dos outros, percebemos a junção de todos nós.

O Nirvana não é o final do caminho, mas não deixa de ser um recomeço com uma consciência nova, cheia de virtudes, principalmente da humildade.

O iluminado não é um ser perfeito, isso quer dizer que ele tem defeitos e pode errar, justamente porque não é perfeito.

Muita gente acha que o iluminado é um ser onipotente e onisciente como o próprio Deus, mas não é assim.

Existem os que acreditam que o Nirvana é o fim da jornada, que já adquiriu toda transformação que se poderia atingir.

Existem também os que acham que o Nirvana não é a perfeição, que existem outros graus a se atingir posteriormente até atingirem a perfeição.

Existem também os que acreditam que nunca deixamos que melhorar, que cada vez vamos ampliando a consciência cada vez mais e eternamente sem nunca existir um fim, vamos cada vez estar sempre melhores.

É difícil ver a eternidade que nunca acaba o melhoramento, esse pensamento pode ser entendido que Deus é infinito, e também não existe fim a criação dele.

Deus é infinito e sua obra também, então vamos estar cada vez mais parecidos com o criador, mas sem nuca chegar a ser como ele, essa foi a visão que os mestres ascensos me apresentaram e da qual acredito. Essa visão é aceita por muitas crenças, mas dentro de diversas crenças como o Taoísmo, Esotéricas e Místicas tem seus mebros acreditando em uma das três. 

Nós estamos muito condicionados

Na Bíblia está escrito que somente Deus é perfeito.

Estar cada vez melhor, sem nunca parar de melhorar jamais é uma visão ruim, mas muito boa, excelente, pois sempre a felicidade e tudo de bom que vem que vem melhoraram sempre.

Existe outro fato também que quando os iluminados renascem esquecem de todas as vidas anteriores, então tem que formar conhecimentos nessa vida, ir a aulas, cursos, aprender e eles geralmente fazem muito isso.

Membros da família, amigos e namorados dos iluminados também passam sua educação, suas influencias e o ser humano absorve sem perceber comportamentos feitos por quem estão com eles, todo ser humano faz isso.

Não copiamos tudo com certeza, mas muitas coisas sim, e o iluminado também. 

.