Viagem Astral no Budismo Tibetano – Outra Forma de Mediunidade

Por: Ricardo Chioro - Riath

(Inspirado pelos Mestres Ascensos)

Essa é uma pratica em que se abandona o corpo físico em meditação e depois volta para ele, também é uma forma de mediunidade.

Nessa viagem o praticante pode viajar sobre diversos lugares, inclusive a outros planetas ou os seis reinos do Samsara.

Nessas viagens se encontram com seres espirituais e eles podem passar recados para outros praticantes, então o viajante pode trazer informações para amigos ou outras a serem compartilhadas. 

Vamos escrever agora sobre os tertons e os delogs.

 

Os tertons: viajam pelos reinos sem o corpo parar de funcionar.

 

Os delogs: são os que abandonam a vida dentro do corpo em viagem astral, mas quando voltam o corpo também volta a funcionar. Eles conversam com outros seres e trazem recados.

A mãe de Chagdud Rimpoche era um delogs.

Essa pratica não era recomendada, mas a mãe do Rimpoche insistiu e convenceu os Lamas, em suas viagens ele encontrou divindades budistas que a levou para muitos lugares.

 

A viagem astral também é um sidhi, um poder paranormal, e mediunidade também.

Existem experiências inexplicáveis nessas viagens, pois ela ocorre na dimensão astral, não na física em que estamos agora e a compreendemos com o estudo da ciência.

No mundo físico existem leis físicas, no astral leis astrais. Nele podemos ver mestres se transformando em luz, arco-íres e etc.

Textos para se Iluminar - Mandalas Metafísica - Budismo Esotérico - Ciência, Religião, Provas e Evidencias - Todas as Religiões são Verdadeiras - Taoísmo - Yoga - Espiritualismo na Filosofia - Astrologia - Numerologia - Runas - Tarô - I-Ching - Xamanismo - Cristianismo Místico - Meditação - Orações - Feng Shui